Hidratação da pele

Hoje fala-se muita na importância da hidratação, palavra que engloba uma série de significados e interpretações. No que diz respeito à pele, a hidratação é um conceito-chave e refere-se à existência de água na pele.

A desidratação da pele pode dever-se a vários fatores:

Externoshidratacao-da-pele-factores-externos-e-internos
– Meio Ambiente: O vento, as mudanças bruscas de temperatura e o ar seco favorecem a evaporação da água à superfície da pele

– Substâncias químicas: tensioativos, detergentes e outros reduzem a capacidade de fixação e retenção de água na camada córnea

Internos
– Endógenos: envelhecimento, patologias cutâneas e outros provocam alterações que perturbam a hidratação

– Fatores Alimentares: alimentação desequilibrada a ingestão de pouca água permitem alterações do funcionamento da pele

– Ação Medicamentosa: a ingestão de determinados medicamentos pode ter efeito no normal funcionamento do metabolismo celular

 

A pele desidratada apresenta um aspeto baço, áspero, sem elasticidade e pouco saudável, representando um problema estético.

Alguns dermocosméticos reforçam o processo de retenção de água (humectantes), sendo capazes de manter a hidratação da pele e protegê-la, proporcionando as condições necessárias à recuperação das suas propriedades naturais.
De modo geral, os dermocosméticos apresentam propriedades hidratantes, independentemente do tipo de pele a que se destinam.